terça-feira, 7 de abril de 2009

Lagoa dos Salgados aberta ao mar prejudicou vida selvagem

SPEA pediu explicações à Administração da Região Hidrográfica do Algarve (ARH) sobre o sucedido. Durante o mês que passou, as aves, algumas delas ameaçadas, desertaram da sua zona tradicional de permanência por falta de condições



A Lagoa dos Salgados, uma das 93 Áreas Importantes para as Aves (IBA) no País, e uma das raras zonas húmidas ainda existentes no barlavento algarvio, esteve durante um mês aberta ao mar, e só no início desta semana a Administração da Região Hidrográfica do Algarve (ARH) enviou máquinas para o local, para fechar o canal. A denúncia é da Sociedade portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), que afirma que a situação impediu a permanência de aves no local, uma vez que a lagoa esteve “completamente seca”.


Segundo a SPEA, a ARH explicou que “a lagoa foi aberta para libertar o excesso de água antes do período reprodutor das aves”, tal como acontece todos os anos. 

Por explicar, segundo a SPEA, ficou o facto de esta abertura ter sido mantida durante um mês, prejudicando a vida selvagem na região. A SPEA propõe que esta abertura anual da lagoa ao mar aconteça apenas no Outono, por razões sanitárias e de desassoreamento daquela zona húmida.


Sete associações ambientalistas ameaçam levar várias queixas à Comissão Europeia (CE) devido ao “assalto generalizado” de que está a ser alvo o Ambiente na região algarvia (in http://albufeirasempre.blogs.sapo.pt/251738.html).

Ver também notícias relacionadas:

http://www.regiao-sul.pt/noticia.php?refnoticia=93245

http://adefesadefaro.blogspot.com/2009/03/o-estado-do-ambiente-no-algarve.html


Fonte: DN Portugal

http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1188812&seccao=Sul

Vídeos:

http://www.youtube.com/watch?v=DgyOjUaZjuA – Filme da Lagoa dos Salgados antes e depois…

http://www.youtube.com/watch?v=PFOf--Q-OAI – Filme publicitário dos empreendimentos turísticos na zona envolvente à Lagoa dos Salgados
.
Pedro Abrantes (NAMB)

2 comentários:

João Queirós disse...

Holocausto na Lagoa dos Salgados?!?!?!?

In wikipedia
A palavra holocausto (em grego antigo: ὁλόκαυστον, ὁλον [todo] + καυστον [queimado]) tem origens remotas em sacrifícios e rituais religiosos da Antigüidade, em que animais (por vezes até seres humanos) eram oferecidos às divindades, sendo completamente queimados durante a noite para que ninguem visse. Nesse caso, holocausto quer dizer cremação dos corpos. (...)

A partir do século XIX, a palavra holocausto passou a designar grandes catástrofes e massacres, até que após a Segunda Guerra Mundial o termo Holocausto (com inicial maiúscula) passou a ser utilizado especificamente para se referir ao extermínio de milhões pessoas que faziam parte de grupos considerados indesejados pelo regime nazista de Adolf Hitler. Havia judeus, militantes comunistas, homossexuais, ciganos, eslavos, deficientes motores, deficientes mentais, prisioneiros de guerra soviéticos, membros da elite intelectual polaca, russa e de outros países do Leste Europeu, além de activistas políticos, Testemunhas de Jeová, alguns sacerdotes católicos, alguns membros mórmons e sindicalistas, pacientes psiquiátricos e criminosos de delito comum.

Mais tarde, no correr dos Julgamentos de Nuremberg, o termo foi sendo aos poucos adotado somente para se referir aos judeus mortos.

Todos estes grupos pereceram lado a lado nos campos de concentração e de extermínio, de acordo com textos e fotografias, (testemunhos de sobreviventes numa extensa documentação deixada pelos próprios nazistas), perpetradores e de espectadores, e com o saldo de registros estatísticos de vários países sob ocupação. Hoje, já se sabe aproximadamente o número de mortes. Morreram 17 milhões de soviéticos (sendo que 9,5 milhões de civis); 6 milhões de judeus; 5,5 milhões de alemães (3 milhões de civis); 4 milhões de poloneses (3 milhões de civis); ,2 milhões de chineses; 1,6 milhão de iugoslavos; 1,5 milhão de japoneses; 535.000 (330.000 civis) de franceses; 450.000 (150.000 civis) de italianos; 396.000 de ingleses, e 292.000 soldados norte-americanos.

Atualmente, o Holocausto foi novamente utilizado para descrever as grandes tragédias, sejam elas antes ou depois da Segunda Guerra Mundial. Muitas vezes a palavra holocausto tem sido usada para qualquer extermínio de vidas humanas executado de forma deliberada e maciça, como na que resultaria de uma guerra nuclear, falando-se por vezes de holocausto nuclear.

Shoá (השואה), também escrito da forma Shoah, Sho'ah e Shoa, que em língua iídiche (um dialeto do alemão falado por judeus ocidentais ou asquenazitas) significa calamidade, é o termo deste idioma para o "holocausto". É usado por muitos judeus e por um número crescente de cristãos, devido ao desconforto teológico com o significado literal da palavra Holocausto, que tem origem do grego e conotação com a prática de higienização por incineração; estes grupos acreditam que é teologicamente ofensivo sugerir que os judeus da Europa foram um sacrifício a Deus. É no entanto reconhecido que a maioria das pessoas que usam o termo holocausto, não o fazem com essa intenção.

(...)

Holocausto na Lagoa dos Salgados?!?!?!?

Hyndra disse...

O Problema é que em Portugal pode-se prejudicar tudo...menos quem tem dinheiro!